A principal corretora paquistanesa de Bitcoin, Urdubit está permanentemente fechada após o Banco Central do Paquistão ter proibido a negociação de criptomoedas naquele país.

Ao visitar o site da Urdubit, os investidores se depararam com um aviso de que a “Urdubit está fechada” e que seus clientes deveriam “sacar seus fundos e transferir para suas contas bancárias o mais rápido possível”.

A Exchange pioneira no Paquistão disparou o alerta não só no site, mas também pela rede social – incluindo Facebook e Twitter.

Urdubit fazia parte da rede global da Blinktrade, uma plataforma de Blockchain que também opera transações da SurBitcoin na Venezuela, ChileBit.NET no Chile, VBTC no Vietnã e da brasileira Foxbit.

A decisão de proibir a negociação com qualquer moeda virtualfoi tomada pelo State Bank of Pakistan (Banco Central paquistanês) que emitiu uma circular no dia 06 de abril.

No documento, a SBP (State Bank of Paskistan) declarou que as “moedas virtuais” eram um facilitador de atividades ilegais por garantir o anonimato bem como apresentava risco ao investidor por não ser regulada.

O banco Paquistanês não hesitou em comparar criptomoedas a esquemas piramidais e que por esses motivos estava proibindo a sua transação naquele país.

Ao final do documento assinado pelo diretor do Banco do Estado, Muhammad Javed, aconselhou os bancos comerciais e provedores de pagamento a se absterem de usar, trocar, deter e transferir moedas digitais.

Possível pivô

A decisão do Banco Central paquistanês, coincidentemente, veio depois de uma proibição semelhante introduzida pelo banco central na vizinha Índia.

Um dia antes da publicação do documento paquistanês, o chefe do Banco Central indiano, Bibhu Prasad Kanungo, declarou que “se as criptomoedas crescerem além desse ‘crítico’ tamanho, poderão colocar em risco a estabilidade financeira”, segundo informações da Bloomberg Quint.

Referencias: https://portaldobitcoin.com/exchange-fecha-apos-proibicao-de-criptomoedas-no-paquistao/